Vida

Eu sou deficiente visual

 

Sou deficiente visual, sou assim desde que nasci, mas, durante muitos amos tinha vergonha de dizer isto, eu tinha vergonha de quem eu sou.

 

Tinha vergonha de mostrar para o mundo que eu tenho uma limitação, que eu sou diferente, que às vezes preciso de ajuda, em fim, tinha medo do preconceito das pessoas. Mas, depois aprendi que o primeiro passo para não deixar que o preconceito dos outros me afete é eu não ter preconceito de mim mesma.

 

Hoje me pergunto por que tinha tanto medo de dizer para o mundo que eu sou deficiente visual, se isto, faz parte de mim, de quem eu sou e nunca poderei mudar.

 

Talvez, seja, pelo fato que as pessoas sempre vem primeiro a deficiência e depois a pessoa e para mim a minha deficiência é algo que faz parte de mim mas, não me define, pois sou muitas outras coisas, sou, mulher, sou filha, sou irmã, sou amiga e sou deficiente visual.

 

Às vezes, me pergunto por que as pessoas tem tanto preconceito contra nós?

 

Será que elas não percebem que somos como elas e que apenas temos uma limitação visual? Ou talvez, tenham medo que pessoas com deficiência façam coisas que os que são “normais” não têm coragem de fazer? E não querem admitir que alguém com alguma limitação é mais corajoso(a) que ele(a).

 

Nunca vou entender os motivos que levam as pessoas a pensar todas essas coisas sobre nós, tão pouco posso obriga-los a pensar de outro modo, mas posso escolher não ser atingida por esses pensamentos, por estes preconceitos.

 

Hoje não tenho mais vergonha de quem sou não me escondo, não tento esconder a deficiência visual que tenho, pois ela sempre fez e fará parte de mim.

 

Não foi um processo fácil de aceitação, levei anos para somente começar a aceitar a verdade e muitos outros para ir criando dentro de mim a segurança e o bem estar com a minha deficiência visual.

 

A partir de agora eu escolhi aceitar, acolher e conviver numa boa com o que faz parte de mim desde o primeiro sopro de ar que entrou nos meu pulmões, sem barreiras, sem vergonha, sem sentimento negativo, não vou mais me preocupar com o que os outros vão pensar, agora estou preocupada em viver, em ser verdadeira, pois tem um mundo me esperando e não quero mais ficar presa dentro de mim ou com medo do que outras pessoas (que eu nem conheço) vão pensar .

 

É hora de sair de viver e de finalmente gritar para o mundo que EU SOU DEFICIENTE VISUAL!

Anúncios

Um comentário em “Eu sou deficiente visual

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s