Cidades · Lazer · Viagem · Vida

Descobrindo a cidade

Oi, gente!

Dando continuidade aos posts sobre a viagem a Ushuaia, hoje falaremos sobre acessibilidade na cidade, nos passeios e nos restaurantes.

Começando pela cidade, podemos dizer que o calçamento em alguns pontos não é muito bom. Embora a cidade seja limpa, encontramos muitos trechos onde a calçada é esburacada. Em outros, ela é estreita, dificultando para um deficiente visual ou um deficiente físico andar sozinho. Temos dois pontos positivos: por quase toda a cidade é possível encontrar o piso tátil, o que certamente facilita para um deficiente visual andar pela cidade e na aérea central da cidade não existe diferença de nível da calçada para a rua, sendo tudo plano, o que, certamente, é muito bom para a locomoção de pessoas com deficiência visual ou física. Os motoristas são educados e sempre param quando tem pedestres na faixa para atravessar a rua. Por ultimo, o centro de Ushuaia tem alguns morros, com calçadas com degraus, e isto também dificulta a locomoção.

Indo para os passeios, as coisas começam a ficar mais complicadas. O primeiro passeio que fizemos foi ao Parque Nacional Da Terra Do Fogo. Nele, basicamente você vai de carro ou em alguma excursão e vai parando em vários pontos de trilhas para explorar. As trilhas que pegamos não são muito difíceis, então um deficiente visual com ajuda conseguiria andar. Tem até um ponto, como mostra a foto abaixo, que tem um símbolo de cadeira de rodas onde teoricamente um cadeirante com ajuda, pois é um caminho de madeira, conseguiria andar. O passeio do Canal do Beagle é ainda mais complicado tanto para os deficientes visuais como para os deficientes físicos, pois é necessário entrar num barco e, dependendo do pacote que você pague, tem uma parada numa ilha, mas para descer é preciso andar numa espécie de tabua (não tive nem coragem de tentar).

 

#ParaCegoVer: A imagem é de uma placa com o símbolo de cadeira de rodas e em baixo uma seta que aponta para uma ponte de madeira.

Ainda no tópico passeio temos o Glaciar Martial que envolve uma subida difícil, mas é muito possível que um deficiente visual consiga fazer. Mas não sozinho, pois tem uma parte bem inclinada.  No entanto, para um cadeirante não sei se é possível. A Rota 3 é basicamente um passeio de carro parando em alguns pontos para ver a vista. Embora este passeio seja extremamente visual, nada impede um deficiente visual de faze-lo também, e não tem restrição para cadeirantes. O Trem Do Fim Do Mundo foi um passeio que não fiz, mas, acredito que pessoas com deficiência visual ou física não terão problemas. E este também é um passeio muito visual.

Chegamos ao tópico restaurantes e neste assunto as noticias não são boas para os deficientes físicos, pois, praticamente TODOS os restaurantes que fomos tem escadas para acesso e não encontramos nenhuma rampa como alternativa. Ou seja, um cadeirante provavelmente precisará ser carregado para entrar. E estamos falando de restaurantes turísticos e de bom nível. Quanto aos banheiros, somente um restaurante (que, inclusive, não necessita escada para acesso) tem um banheiro amplo e adaptado para cadeira de rodas (o Villaggio). Em relação ao cardápio em braile não sei dizer se possuem, pois não perguntei.

O que podemos concluir é que a cidade não está totalmente acessível e adaptada para receber uma pessoa com deficiência, embora tenha pontos positivos muito significativos, como o piso tátil e a calçada nivelada a rua. Apesar dos problemas encontrados, se a pessoa com deficiência estiver viajando acompanhada é possível superar a maioria dos obstáculos aqui apontados.

Espero que tenham gostam do texto e não percam o próximo onde falaremos da gastronomia.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s