Vida

Quem acredita alcança

Para o post de hoje trago outra história linda e emocionante de superação. Trata-se do primeiro Juiz cego do Brasil. Não foi fácil para ele superar inúmeras barreiras para alcançar seu sonho.

Os olhos de Ricardo Tadeu Marques da Fonseca se escureceram definitivamente quando ele tinha 23 anos. Ele cursava o 3° ano da faculdade de direito da USP em São Paulo. Na faculdade contou com a ajuda dos colegas que gravavam as aulas em fita e liam os livros para ele. Formou-se com louvor, sua primeira conquista de muitas outras que ainda viriam.

Para suprir a falta da visão, teve de se adaptar e criar um método próprio. Em sala, uma assessora lê os autos em voz alta. A partir de então, Fonseca memoriza o caso, destacando palavras-chave. No tribunal, a servidora menciona as palavras-chave e pronto: o processo brota na mente do desembargador que, então, pode dar andamento ao julgamento. “Ela é meu olho nas sessões”, sintetiza.

Porém, não foi fácil alcançar este sonho. Em 1990, Ricardo Tadeu Marques da Fonseca foi aprovado em um concurso para ocupar uma vaga de juiz no Tribunal Regional de São Paulo (TRT-SP), então presidido por Nicolau dos Santos Neto, o infame “Lalau”. Foi desclassificado por não enxergar. Alegavam que um cego não poderia ser juiz. Este episódio foi muito duro para ele que, com certeza, não esperava esta atitude da “justiça”.

Então, mesmo com tudo isto, superou este baque e fez uma brilhante carreira no Mistério Público do Trabalho do Paraná. E atuou de forma louvável e com total compromisso, muitas vezes esquecendo-se de sua deficiência e indo a campo cumprir diligências, atuações típicas de um procurador.

Em 2006, foi convidado a integrar o grupo que redigiu a convenção internacional sobre o direito da pessoa com deficiência, da Organização das Nações Unidas (ONU), em Nova Iorque.

Este exemplo nós mostra mais uma vez que quando se acredita de verdade, quando se sabe o que quer e corre atrás dando seu melhor, nenhum tipo de deficiência, nem nenhum rotulo que a sociedade muitas vezes coloca nas pessoas com algum tipo de deficiência, vai lhe impedir de obter sucesso.

Todo preconceito cai por terra quando a garra e vontade de realizar um sonho são maiores.
Para ler a reportagem completa clique no link abaixo:

http://www.gazetadopovo.com.br/vida-e-cidadania/a-superacao-do-1-juiz-cego-do-brasil-bqkcb27whvy3q41q2mmkf2isx

Anúncios

2 comentários em “Quem acredita alcança

  1. Mais uma historia incrivel!!! Com cereza NAO foi nada facil para o Dr. Tadeu superar suas limitacoes ou o preconceito q Ele sofreu. Mas Ele Lutou Pelo que acreditava!
    Sempre fico feliz de ler historias como Essa!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s