Debate

Todos podem ajudar

De vez em quando eu freqüento restaurante de comida a quilo e tenho percebido que o nome do alimento esta muito longe e com letras muito pequenas que dificultam o deficiente visual sem mencionar a impossibilidade de alguém cego de saber o que exatamente o que é que ele pretende pegar. Como venho dizendo desde o primeiro post lançado do descaso da sociedade com as pessoas portadoras de necessidades especiais e como vemos essa situação não poderia ser diferente não é?

O que me chama ainda mais atenção é que existe um projeto de lei na Câmara dos Deputados que este parado desde 1990, ou seja, tem vinte anos que esse projeto esta lá para ser analisado. De acordo com a proposta apresentada pretende tornar obrigatória a colocação dos nomes dos pratos a serem servidos na frente e não atrás e com letra maior e uma inscrição em braile também. Concordo que todo projeto de lei tem seu mérito, mas convenhamos que de certa forma isso não fosse necessário se as pessoas se preocupassem se umas com as outras e com aquelas com alguma dificuldade. No entanto devido a nada em nosso país ser feito em benefício de pessoas alheias ou o que é pior em benefício de pessoas com necessidades especiais a menos que isso esteja em uma lei e que gere sanção a quem descumpri-la projetos de leis como este é necessário para garantir nossa independência.

Tomei a decisão deque a parti de agora toda vez que for a um restaurante de comida a quilo perguntarei ao garçom se tem caixa de sugestão se tiver vou escrever a sugestão de fazerem exatamente o que o projeto de lei pretende que seja feito. Peço a vocês que façam o mesmo nos restaurantes em que vocês forem, assim quem sabe com uma movimentação da sociedade consigamos que algo seja feito em benefício daqueles que precisam de uma pequena ajuda para se tornarem independentes.

Anúncios

2 comentários em “Todos podem ajudar

  1. Amiga, excelente idéia. Mas acho mto difícil q alguém coloque em braile quais são os pratos no restaurante aquilo, pq tem restaurantes q mudam de prato todo dia, e fazer uma plaquinha em braile é beeeeem mais difícil do q escrever qual é o prato num papelzinho.
    Acho q o ideal seria ter um garçom, ou algum outro funcionário treinado para ajudar os deficientes visuais.
    Seria mais simples e seria eficiente da mesma forma.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s